Header AD

Gerador de Corrente Contínua


Gerador é uma maquina que através da indução eletromagnética transforma a energia mecânica aplicada ao seu eixo em energia elétrica nos terminais da armadura na forma de corrente contínua.

Comutador: É um retificador mecânico, montado sobre o eixo isolado eletricamente no gerador, ligado cada lâmina a sua espira, correspondentemente, tem como função inverter o sentido da corrente dando-lhe um sentido unidirecional.

Tipos de Geradores de Corrente Contínua.
- Tipo Shunt
- Tipo Série
- Tipo Composto
- Tipo independente

Gerador de Corrente Contínua- Tipo Shunt



Características do Gerador Série Shunt.

O enrolamento de campo deste gerador é ligado em paralelo com a armadura.
Uma parte da corrente gerada na armadura (Ia), é destinada a corrente de magnetização (If) para criar o fluxo

O enrolamento Shunt (Paralelo) é constituído de muitas espiras de fio fino. O fio fino apresenta alto valor de resistência. Com alta resistência, tem-se baixa corrente. Baixa corrente com muitas espiras tem-se alto valor de fluxo, com alto valor de fluxo tem-se alto valor de tensão gerada. 

O gerador Shunt gera tensão nominal à vazio (sem carga), com carga apresenta quedas internas fazendo com que a tensão na carga reduz seu valor.

           Curva Gerador de Corrente Contínua- Tipo Shunt


V cai com o aumento de Ic por que: Redução do fluxo devido a Reação do Induzido; Queda de tensão do induzido Ra Ia; A corrente de campo Ie é dada por V/Rs. Sendo Rs constante, quando V cai devido aos fatores anteriores, a corrente Ie cai diminuindo ainda mais o fluxo e consequentemente fazendo V ficar menor ainda.
Quanto mais carga em paralelo, menor a resistência equivalente das cargas todas, percebida pelo gerador. Com resistência menor e mesma tensão V (a princípio) tem-se aumento na corrente Ic. Quanto maior Ic menor é V pelos motivos vistos no slide anterior. Quando Ic for tal que V alcance o ponto “d” na figura um aumento adicional de Ic causa redução alta em V de modo que a corrente Ie diminui a um ponto em que a corrente Ic acaba caindo abaixo de seu valor prévio.
No caso de um curto-circuito nos terminais do gerador (baixíssima resistência e altíssima corrente) a tensão nos terminais será quase nula sendo a única corrente e tensão percebidos, aqueles criados pelo magnetismo residual do campo (Ie=0 -> caminho de maior resistência a: corrente quase não passa).
Isso caracteriza uma proteção para o gerador uma vez que um aumento grande na corrente de carga leva a diminuição da tensão e consequentemente da corrente fornecida impedindo a queima do gerador.

Gerador de Corrente Contínua Excitação- Tipo Série.


Características do Gerador Série

1-    O enrolamento de campo série é constituído de poucas espiras de fio grosso.
- ligado em série com a armadura transporta toda a corrente de carga;
- dever ter baixa resistência;
- com baixa resistência tem-se baixa queda de tensão.
2-    O gerador tipo série não gera tensão nominal a vazio porque não tem como se magnetizar.
3-     Com carga nominal gera tensão nominal.
4-    Com sobrecarga tende a aumentar as quedas internas e a tensão na carga diminui.
5-     O gerador série na sua forma pura não se encontra muita aplicação prática.

            Curva Gerador de Corrente Contínua Excitação- Tipo Série.



Nessa ligação a corrente de carga Ic é a mesma Ie e Ia também. Sem carga, a tensão nos terminais se deve somente ao magnetismo residual (Ic=Ie=Ia=0).
Se não houvesse reação do induzido nem Ra e Rs a tensão de saída seria proporcional à corrente puxada.

Gerador de Corrente Contínua Excitação- Tipo Composto


Característica do Gerador de Corrente Contínua Excitação Composto.
                                                                
O gerador composta apresenta-se as características do gerador shunt e do gerador série.
- gera tensão nominal a vazio (shunt);
- aumenta a tensão gerada com carga (série).

Pode ser composto shunt longo, quando o terminal é ligado de uma forma que a corrente do campo Shunt passa através do campo série.
Pode ser composto shunt curto, quando o terminal é ligado antes do campo série de forma que a corrente do campo shunt não passa pelo campo série.
O gerador composto pode ser:
- subcomposto ou hipoexcitado: se o número de espira do campo série não é o suficiente para aumentar a tensão gerada na armadura (Ega) para compensar as quedas internas, de tal forma que a tensão na carga é melhor que a tensão a vazio.
         - Aplainado ou normal: quando o número de espiras é suficiente para aumentar a tensão gerada para compensar as quedas internas, de forma que a tensão com carga é exatamente igual à tensão a vazio.
         - super composto ou hiper-excitado: quando o número de espiras do campo série é capaz de aumentar a tensão gerada de forma a superar as quedas internas, e a tensão com carga é maior do que a tensão a vazio.
         - diferencial: quando o fluxo do campo série, opõe ao fluxo principal Shunt, de forma que com o aumento da carga a tensão na carga diminui. Este gerador não tem aplicação prática.
         O gerador composto é indicado para o acoplamento de cargas muito pesadas como: locomotivas e laminadoras.

         Curva do Gerador Composto



Quando V cai a corrente Ie tende a cair conforme visto. Diminuindo a resistência no reostato tem-se aumento em Ie aumentando o campo e assim o V. Quando Ic passa por este enrolamento ele gera um campo complementar ao enrolamento já existente e assim quando Ic aumenta, o V se mantém praticamente constante (se as espiras do novo enrolamento forem bem dimensionadas) porque a queda que se observaria é compensada pelo crescimento do fluxo (diretamente proporcional à corrente) do segundo enrolamento compensando.


Gerador de Corrente Contínua Excitação- Tipo Independente



Característica do Gerador de Corrente Contínua Excitação Independente.

Máquina excitada externamente pelo circuito de campo com velocidade praticamente constante(motores) e velocidade ajustável por variação da tensão de armadura e também por enfraquecimento de campo(motores).
Aplicações mais comuns: máquinas de papel, extrusoras, fornos de cimento, etc. Enrolamento de campo independente e apresenta um fluxo mínimo mesmo com o motor a vazio.

Curva do Gerador Independente


V diminui com o aumento de Ia porque a reação do Induzido aumenta com Ia diminuindo a Eg (fem gerada);  V já é sempre menor que Eg devido a queda de tensão em RaIa que só aumenta com o aumento de Ia.

Maria Sabrina Pereira / Engenheira Eletricista
msp.sabrina@gmail.com

Gerador de Corrente Contínua Gerador de Corrente Contínua Reviewed by Sabrina Pereira on 12:30 Rating: 5

Nenhum comentário

Deixe seu comentário sobre esse artigo, você também pode personalizar com o emoticons disponíveis acima. Em breve estaremos respondendo. Lembre - se para comentar você deve ser um membro do Blog, você pode seguir pelo gadjet seguidores.

Post AD

gifgifs.com